Como Escrever Um Livro Infantil

Como Escrever
Um livro infantil

Como Escrever Um Livro Infantil
Como Escrever Um Livro Infantil

sinopse

Escrever um livro para crianças é um desafio, principalmente porque a leitura acaba por concorrer com tantas outras «diversões» que as crianças têm à sua disposição. E quando estamos a criar um livro infantil não temos de agradar apenas às crianças, mas também aos adultos, pois são eles que adquirem o livro. É fundamental que o autor de livros infantis não só conheça profundamente o universo e os gostos das crianças, mas seja também capaz de utilizar técnicas de linguagem e escrita adequadas para conseguir atraí-las. Este e-book proporciona ao autor de livros para a infância esses importantes conhecimentos.

O QUE ENCONTRA NESTE LIVRO

OPINIÃO DOS LEITORES

Como Escrever Um Livro Infantil

Está aqui o fundamental para escrever um livro para os mais pequenos que seja apelativo e cativante.
António Guerreiro Silva

Como Escrever Um Livro Infantil

Essencial para escrever histórias infantis.
Maria Gaio

Como Escrever Um Livro Infantil

De muito fácil leitura, mais do que um simples e-book torna-se um guia para o futuro autor.
Márcia Vieira Ávila

Como Escrever Um Livro Infantil

Quem é a Analita?

Depois de uma licenciatura em marketing e uma pós­-graduação em gestão, trabalhei vários anos no setor do Turismo. A paixão pela escrita acompanhou-­me.

Num determinado momento um burnout obrigou-­me a fazer escolhas e eu decidi: abandonei o Turismo, dediquei‑me à maternidade e apostei forte na formação na área da escrita criativa. A pós­-graduação em Escrita de Ficção, o convite como professora universitária, a parceria internacional com o McSill Studio e a «Agenda do escritor» são alguns exemplos recentes da materialização do meu grande propósito: incentivar os portugueses a ler mais e a escrever com mais confiança.

Na verdade, a publicação do meu primeiro livro infantojuvenil em 2019 representou o grande ponto de viragem na minha carreira profissional (e pessoal), o meu despertar. A partir desse dia mágico — 5 de abril de 2019 — os livros, as palavras, a escrita de ficção, começaram a fazer definitivamente parte do meu dia a dia. Hoje, afirmo: estou no ofício da escrita.

Assino mensalmente uma coluna de opinião no jornal Sul Informação com o mote «Mãe preocupada com o ambiente e não só», sou colunista no Repórter Sombra, na revista Pontos de Vista e no Megafone do Público, dirijo a revista literária «Palavrar – Ler e escrever é resistir», coordeno a rubrica semanal «Colunistas Mulheres à Obra» e dinamizo clubes de escrita criativa para jovens.

Mentora do concurso de Escrita Criativa Poeta António Aleixo, tenho a curadoria do clube de leitura «Encontros Literários O Prazer da Escrita», que conta com o apoio institucional do Plano Nacional de Leitura, além das diversas formações e eventos que ministro presencialmente e online por onde já passaram milhares de pessoas.

Sou ativista literária e pelo «cuidado com a Língua». Sou pelos livros e por tudo de bom que estes nos trazem.

Porque ler e escrever é essencial.

Como Escrever Um Livro Infantil
Como Escrever Um Livro Infantil